top of page
  • Foto do escritorGralha Azul - Turismo e Aventura

Cultura local é retratada em filmes turvenses


As obras fílmicas de curta-metragem contam histórias de comunidades tradicionais do município, fazendo uso de cenários, lendas, linguagem e outros recursos próprios que ilustram trajetórias históricas. As obras, idealizadas pela equipe Gralha Azul e realizadas junto aos moradores da região, fazem parte dos projetos contemplados pela Lei Aldir Blanc, que garantiu fundos de apoio a produções artísticas durante a pandemia.

Em Mãos Morenas Calejadas, conhecemos a história de mulheres afrodescendentes, interpretadas pelas jovens quilombolas Cleri e Leoni Rodrigues, e Silvia Tractz, que em seus afazeres cotidianos expressam detalhes de sua cultura, sua história e sua luta. O roteiro, escrito pelas próprias atrizes e dirigido pelo cineasta Mauricio Pilati, é um retrato da vida na Comunidade Quilombola Campina dos Morenos em Turvo-PR, onde o filme foi gravado e no qual se situam locais importantes à resistência negra na região, como o Poço das Lavadeiras e o Olho D'Água de São João Batista.

Também encontramos um retrato fiel da vida rural no filme Prosas da Gente. A obra de ficção baseada em fatos, escrita por Camila Maciel e Pedro Pilati, e dirigida também por Mauricio Pilati, conta a história do casal Marta e José, descendentes de imigrantes que buscam na região central do Paraná uma oportunidade de vida e desenvolvimento em comunidade.

A produção teve como suporte o livro de mesmo nome, lançado em 2020, que reuniu mais de cinquenta relatos de pioneiros da região em temáticas de desenvolvimento regional como agricultura, saúde, tropeirismo, erva-mate e outros. Estes relatos foram registrados em entrevistas realizadas desde 1999, as Rodas de Chimarrão, conduzidas e idealizadas pela renomada atriz turvense Mercedes Pilati e seu esposo, Sebastião Monteiro de Campos. Unindo este importante material histórico produzido pelo casal com a profunda pesquisa feita pelo diretor e pela roteirista, o toque final de uma grande ferramenta artística e histórica foi a atuação da comunidade.

Nas gravações, os atores Carol Petik e Thiago Juraski deram vida ao passado de Marta e José, vividos na fase mais atual da narrativa pela própria Mercedes e o voluntário Afonso de Oliveira Filho.

Ambas as produções são reflexo da emergente expressão cultural de Turvo, encabeçada pela vitalidade jovem na produção de conteúdos diversos adaptados e disponibilizados nas plataformas digitais, e sustentada por este interesse de uma comunidade artística que envolve várias idades tanto na produção como no público. A equipe Gralha Azul os convida a apreciar as obras, disponíveis no Youtube.


Mãos Morenas Calejadas:


Prosas da Gente:


Comments


bottom of page